Atendimento imediato:
31 3375-3966

Revoada de cupins e o momento certo de dedetizar as

Cupins alados, dedetização de cupins

Com a proximidade da primavera, os dias tornam-se mais propícios para o início da revoada de cupins. Esse processo faz parte do ciclo reprodutivo desses insetos, marcando o momento de encontro entre macho e fêmea em busca de locais para a formação de ninhos e novas colônias. Por isso, quando os cupins começam sua dança do acasalamento dentro de casa ou das dependências da empresa, é o momento de contratar uma dedetizadora especializada para prevenir uma infestação e evitar danos nos imóveis e prejuízos financeiros.

Continue a leitura e saiba mais sobre os cupins, sua revoada e como a dedetização é importante nesse momento.

O que é a revoada de cupins?

Conhecidos popularmente como aleluias ou siriris, os cupins alados serão os reis e as rainhas das novas colônias. Eles são os únicos indivíduos férteis de um cupinzeiro, portanto, os responsáveis por sua fundação e expansão. A revoada de cupins é o início desse ciclo de vida. Os cupins alados são atraídos pelas luzes artificiais das casas, geralmente ao fim do dia, rodopiando em torno dela até encontrar uma parceira.

Quando macho e fêmea se encontram nessa revoada, eles perdem suas asas e seguem juntos em busca de uma fresta de porta ou janela, rodapé, marco de portas, vigas do telhado ou algum outro espaço na madeira, ou no solo, dependendo da espécie, para se acasalarem e a fêmea colocar os ovos.

Ao contrário de outros insetos, o macho não morre após a fecundação e o casal pode ser fértil por muitos anos. A rainha pode viver até 50 anos, colocando cerca de 3 milhões de ovos anualmente. Assim, fica fácil entender como um cupinzeiro se alastra facilmente se não houver um controle especializado.

Por que a revoada é um bom momento para fazer a descupinização?

Fazendo a dedetização de cupins nesse momento do ciclo reprodutivo é possível fazer uma barreira química nos locais mais propícios para a formação dos ninhos, antes que o rei e a rainha se instalem. Ao perderem as asas e entrarem em contato com a superfície protegida, os insetos morrem, interrompendo o ciclo de construção de ninhos e formação de colônias.

É possível usar um método caseiro para controlar os cupins na revoada?

Não há métodos caseiros eficazes contra cupins. As tentativas caseiras além de inúteis são perigosas para as pessoas e o meio ambiente. É importante lembrar que os cupins têm funções importantes no meio ambiente, como oxigenar o solo e decompor madeira. Dessa forma, a descupinização só é recomendada quando há risco de infestação e dano ao imóvel — o que só acontece quando os insetos estão fora de seu ambiente natural.

Além disso, o uso indiscriminado de inseticidas, sem o acompanhamento de uma equipe de dedetização especializada, traz 2 grandes problemas que se sucedem e se complementam:

  1. não extermina as colônias de cupins, pois, são aplicados sem conhecimento e mapeamento dos locais de formação dos ninhos, logo, não controla a infestação;
  2. pode contaminar a água e o solo, colocando em risco a saúde das pessoas que vivem nas proximidades, além de gerar desequilíbrio ambiental.

Por todos esses motivos, a dedetização de cupins deve ser feita sempre por profissionais experientes e qualificados, que conhecem as substâncias autorizadas pela Anvisa e sabem a quantidade exata de produto necessária para resolver o problema com segurança para todos.

Já percebeu as aleluias em torno das lâmpadas? Não perca tempo! Entre em contato conosco e agende a visita de nossa equipe. Fazemos a dedetização de cupim em Nova Lima, Contagem, Belo Horizonte e Betim.

Compartilhe

Rua Frei Conceição Veloso, 86 - Alto dos Pinheiros - Belo Horizonte

31 3375-3966