Atendimento imediato: 31 3375-3966

Os riscos das aranhas e como combatê-las as

Cuidados com aranhas perigosas

Apesar de já estarmos no outono, os dias ainda são quentes e chuvosos. Essa combinação do clima traz alerta para os cuidados com o mosquito da dengue e também para os riscos das aranhas. A maioria das aranhas que encontramos no ambiente doméstico não é perigosa. No entanto, há algumas espécies que convivem conosco no cotidiano que podem provocar sérios acidentes e até mesmo levar a morte.

No Brasil, há três espécies de aranhas particularmente perigosas: a Loxosceles ou aranha-marrom, responsável pela maioria dos registros de acidentes com aracnídeos; a viúva negra e a aranha armadeira. Em 2017 foram registrados 32.859 acidentes com aranhas e 30 mortes em todo o Brasil, segundo os dados mais recentes do Ministério da Saúde. Em Minas Gerais foram 3.367 casos e 8 mortes.

Neste artigo vamos falar sobre como prevenir acidentes com aranhas e explicar quando fazer a dedetização.

Confira!

Quais os riscos das aranhas?

A picada de aranhas perigosas pode causar de pequenos ferimentos até complicações mais graves, como necrose do local da picada, choque anafilático e até a morte. Elas são particularmente perigosas para crianças e idosos, que são mais suscetíveis aos efeitos do veneno.

A picada da aranha-marrom, por exemplo, é indolor. Por isso, é comum que as pessoas só percebam o ferimento de 8 a 12 horas após o acidente, quando a pele dá sinais de necrose. Por isso, assim que houver a suspeita de um acidente com essa aranha, é muito importante procurar imediatamente um serviço de saúde, para tomar o soro antiaracnídeo. Para ter eficácia, o soro deve ser tomado até 36 horas após a picada.

A aranha armadeira é mais agressiva e tem uma picada extremamente dolorosa, pois, pica várias vezes seguidas. Seu veneno é neurotóxico, causando queda de pressão sanguínea, enrijecimento muscular, vômitos e náuseas.

A viúva negra também tem uma picada dolorosa e um veneno muito potente que ataca o sistema nervoso central, músculos e medula óssea.

Como combater as aranhas?

Para prevenir o aparecimento de aranhas dentro de casa, o mais importante é manter o ambiente limpo e livre de materiais que possam servir de esconderijo para elas. Veja algumas medidas de prevenção:

  • verificar roupas e calçados antes de vesti-los;
  • inspecionar a roupa de cama que fica em contato com o chão e a parede;
  • deixar um espaço de distância entre a cama e as cortinas, para evitar que as aranhas subam pelo tecido;
  • afastar a cama e o berço da parede;
  • aspirar frestas de janelas e portas;
  • retirar teias de aranha de paredes e tetos;
  • manter sótãos e porões limpos e ventilados;
  • limpar periodicamente a parte traseira de quadros encostados na parede;
  • evitar o acúmulo de folhas e entulhos nos jardins e área externa;
  • fazer o controle periódico de insetos que as aranhas comem, como baratas, formigas e mosquitos.

Quando fazer a dedetização de aranhas?

Sempre que houver uma infestação de aranhas é imprescindível fazer a dedetização para combatê-las e prevenir acidentes. Casas cercadas por locais de grande vegetação, sítios e chácaras também devem ficar atentas à dedetização periódica em volta do imóvel, para evitar que as aranhas e os insetos que servem de alimento para elas entrem em casa.

Empresas e indústrias com grandes galpões e estoques fechados, ou ainda com áreas externas com acúmulo de peças e materiais como tijolos, canos e tubos, também devem ter um cuidado especial com infestações. Fazer a dedetização periódica nos prédios administrativos é importante para evitar acidentes com os funcionários.

Ficou alguma dúvida sobre como fazer o controle de aranhas? Entre em contato conosco! Nossa equipe está pronta para esclarecer suas dúvidas e oferecer o melhor serviço de dedetização de aranhas para sua casa, empresa ou condomínio.

Compartilhe

Rua Frei Conceição Veloso, 86 - Alto dos Pinheiros - Belo Horizonte

31 3375-3966