Atendimento imediato: 31 3375-3966

Por que cuidar da rede pluvial as

Rede pluvial

O verão vai chegando ao fim e logo chegam as famosas chuvas de março, anunciando o término da estação mais quente do ano.  O mês registra uma média de 160 milímetros de água em Belo Horizonte e cuidar da rede pluvial — pública e privada, é essencial para evitar alagamentos e outros problemas mais graves, como desmoronamentos e quedas de muros e barrancos.

Ao contrário do que muitos pensam a rede pluvial não é a mesma que a rede de esgoto. Na verdade, elas devem estar bem separadas e a rede de esgotamento não pode passar pela rede pluvial. Há legislações específicas proibindo essa prática, devido aos riscos de contaminação da água potável e do meio ambiente.

Neste post vamos explicar as principais diferenças entre a rede pluvial e a rede de esgoto, os riscos com a negligência dessa tubulação e por que é importante cuidar bem dele.

Boa leitura!

Qual a diferença entre rede pluvial e rede de esgoto?

A rede pluvial é destinada à captação e escoamento da água da chuva. Dessa forma, não tem nenhum sistema de separação de resíduos, como caixa de gordura, desaguando diretamente nas galerias pluviais que chegam aos rios e lagos da cidade. A rede de esgoto, por sua vez, capta todos os resíduos sanitários do banheiro, da cozinha e das áreas externas. Possui  sistemas próprios de captação e separação de resíduos líquidos e pastosos que seguem para tratamento, antes que sejam novamente lançados no meio ambiente.

Por que não se deve lançar a água pluvial na rede de esgoto?

Em Minas Gerais, a legislação que proíbe o lançamento de esgoto na rede pluvial é o decreto nº 44.884, de 1º de setembro de 2008. O motivo é muito simples: a rede de esgoto não consegue captar e tratar todo o volume de água das chuvas. Assim, se a ligação for feita diretamente na rede de esgoto, provoca entupimentos e alagamentos. Além de contaminar a rede de captação de água potável.

Para as indústrias, a prática pode gerar multas altas. Sem a correta ligação e separação da rede pluvial e da rede de esgoto, resíduos lançados indevidamente nesses sistemas podem ser classificados como resíduos e efluentes industriais, o que acarreta em crime ambiental, com sanções penais e administrativas.

Por que cuidar da rede pluvial?

Uma rede pluvial entupida parcial ou totalmente provoca inúmeros transtornos e prejuízos, tanto em casa quanto nas ruas. Alagamentos na garagem ou na rua são provocados, na maior parte das vezes, pelo mesmo problema: folhas, galhos e lixo jogados na rede pluvial.

Uma rede que não drena adequadamente as águas da chuva pode comprometer a estrutura de sustentação dos edifícios, provocar um encharcamento do solo, levando a abatimento da construção, queda de muros e paredes. Esse é um problema muito sério, que pode passar despercebido ao longo dos períodos chuvosos, mas causar grandes tragédias quando ocorrem. Por isso, o melhor é manter a rede pluvial bem cuidada, com tubulações e galerias limpas e desobstruídas.

Quem deve cuidar da rede pluvial?

Além da cuidadosa separação entre os dois sistemas, pluvial e esgotamento, é preciso manter galerias, caixas pluviais e tubulações de escoamento limpas e bem cuidadas. No sistema público, essa limpeza e manutenção são de responsabilidade das prefeituras, que podem ter uma equipe própria ou contratar uma empresa especializada. Nas redes domésticas, comerciais e industriais, a responsabilidade é dos proprietários, síndicos e administradores, que precisam contratar uma empresa especializada para fazer a limpeza, desobstrução e manutenção.

Inclua a manutenção da rede pluvial no cronograma de limpeza e desobstrução de tubulações e sistemas de esgoto! Conte com a gente, temos as melhores condições para atendê-lo, seja qual for o tamanho do seu sistema. Entre em contato!

Compartilhe

Rua Frei Conceição Veloso, 86 - Alto dos Pinheiros - Belo Horizonte

31 3375-3966